recife resiste!


Carta do NAJUP à Ocupação Josué de Castro
04/06/2010, 13:41
Filed under: carta | Tags: , , ,

Após cerca de 1 (um) ano e 8 (oito) meses do surgimento da Josué de Castro em um terreno abandonado situado na Av. Recife, é com muita alegria que o NAJUP vem parabenizar esta comunidade por sua mais recente vitória: o processo de reintegração de posse chegou ao fim, com um resultado favorável a todos os moradores da ocupação.

A partir de agora, as inúmeras famílias que construíram aqui as suas casasnão sentirão o medo de um despejo e a angustia de, de repente, não terem onde morar. A partir de agora, este terreno será reconhecidamente de pessoas que antes eram chamadas de sem-teto, mas que nem por agora possuírem um, deixarão de sem-teto ser, pois a causa em que acreditam continua.

Mas não é só. A recente conquista representa um importante passo para a construção de uma cidade menos excludente e para transformação do espaçourbano em um lugar destinado as necessidades humanas, e não aos interesses perversos do capital.

A Josué de Castro quer mais, quer ir além, quer deixar de ser “sem”, para ser “com”: com saúde, com emprego, com segurança, com lazer, com educação. É com a certeza dessa vontade que o NAJUP muito se orgulha de ter a Ocupação Josué de Castro como companheira de luta.

E por falar em companheirismo, nessa vitória, muito importante foram os diversos companheiros construídos, que apesar de não morarem na Josué, são ocupantes na luta e na alma, por solidariedade e sensibilidade. Citamos aqui o grupo Autonomia, o MSEU, o professor Daniel, a advogada Maria José, o superintendente da SPU, Paulo Ferrari: todos eles foram sujeitos importantíssimos para este ser mais um domingo de comemoração.

Mas companheiros se reconhecem, e o agradecimento entre eles são desnecessários: se sem-teto os companheiros da Josué não são de fato, sem-teto são em causa, e para um sem-teto satisfação maior não pode haver do que uma casa, um lugar para morar.

Se antes era de terreno e moradia que a Josué tinha fome, agora a Josué tem fome de muito mais. A Josué, agora, tem fome de tudo. E toda essa fome só será saciada com uma sede de luta contínua: uma sede da criação de uma COMUNIDADE, não só no nome, mas em união e fraternidade.

Afinal, “um sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só: um sonho que se sonha junto é realidade”. É com essas palavras que o NAJUP termina sua carta, parabenizando a todos que fizeram desta luta um sonho possível, que hoje se concretiza, ainda que em parte.

NAJUP – Núcleo de Assessoria Jurídica Popular

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Parabéns à Josué de Castro pela conquista! Parabéns ao Najup por essa carta tão bonita e motivadora! Parabéns a todos que persistem nessa luta, que é de todos!

Comentário por Larissa




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: