recife resiste!


Trabalhadores de Suape retornam ao trabalho nesta quinta
17/02/2011, 16:41
Filed under: notícias | Tags: , ,

Foi positiva a reunião entre a comissão de trabalhadores da Refinaria de Suape e os empregadores nesta quarta-feira (16). Ficou decidido que os funcionários, paralisados desde o último dia 9 desse mês, retornarão aos seus postos de trabalho na manhã desta quinta.

Segundo o presidente da comissão, José Adalberto da Silva, a reunião serviu para legitimar um processo de negociação que ainda deverá continuar. Amanhã, eles se reunirão em assembleia com a Federação Nacional da Construção Civil para apresentar todos os conflitos.

Adalberto afirmou que “uma maioria significativa voltará ao trabalho”, mas que a expectativa é que a totalidade dos trabalhadores retomem as atividades nos próximos dias. “Estamos no processo de convencimento entre nossos companheiros para mostrar que essa é a melhor maneira encontrada de atingir nossos objetivos”, disse.

O grupo reivindica melhores condições de trabalho e reajuste em alguns benefícios, como aumento no vale-alimentação. Durante um protesto no último dia 9, eles fecharam a PE-60, em frente à portaria 2 da refinaria da Petrobrás, em Suape, no Grande Recife. Durante a manifestação, um operário foi baleado na boca e outro ficou ferido.

Para os operários, o tiro partiu de um dos seguranças da refinaria.

Mídia corporativa: JC Online


2 Comentários so far
Deixe um comentário

Obras da refinaria serão retomadas após dez dias de paralisação

Trabalhadores, sindicalistas e dirigentes do consórcio Conest, encabeçado pela construtora Odebrecht, conseguiram chegar a um acordo para retomar amanhã (17) as atividades no canteiro de obras da Refinaria Abreu e Lima, em Suape. Hoje fez dez dias que os cerca de 4 mil operários do empreendimento estão parados. O acordo foi fechado após três horas de audiência na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco. Além do fim da greve, foi aberto canal de negociação para as reivindicações da categoria, processo que terá início com audiência na próxima quarta (23), às 9h, no MPT.

A volta ao trabalho ficou condicionada à criação de comissão de negociação, composta por representantes dos trabalhadores, sendo eles do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada (Sintepav) e de outro grupo sindical que passou a ganhar apoio ao longo do movimento. Ao grupo, foi garantida a estabilidade no emprego. Na avaliação do procurador-chefe do MPT, Fábio Farias, foram atendidas as urgências do caso. “Garantimos também espaço para a classe trabalhadora e patronal conversarem em um ambiente de mais tranquilidade”, disse Farias.

O encontro reuniu cerca de 50 pessoas, entre eles os secretários estaduais Sileno Guedes (Articulação Social) e Antônio Carlos Maranhão (Trabalho, Qualificação e Empreendedorismo), além do vice-presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Frederico Amâncio, e de representantes da Petrobras.

A polêmica que envolve a paralisação das obras na refinaria é justificada, entre outros motivos, pela reivindicação de uma gratificação salarial de R$ 300 para cobrir despesas extras, assim como um auxílio moradia de R$ 450. Os trabalhadores também exigem da Odebrecht mais ônibus para transportá-los ao canteiro de obras.

Mídia corporativa: Diário de Pernambuco

Comentário por reciferesiste

estou com vcs companheiros

Comentário por carlos




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: