recife resiste!


Justiça decreta que greve dos legistas é ilegal
31/03/2011, 20:54
Filed under: notícias | Tags: ,

O juiz da Oitava Vara da Fazenda Pública da Capital, Airton Mozart Valadares Vieira Pires, decretou a ilegalidade do movimento grevista dos médicos-legistas, deferindo a Ação Ordinária de Obrigação de Fazer, ajuizada, na última terça-feira (29), pela Procuradoria Geral do Estado (PGE). Na decisão, o juiz determina à Associação Pernambucana de Medicina e Odontologia Legal (Apemol) que encerre imediatamente a greve ou qualquer movimento que comprometa as atividades no Instituto Médico Legal (IML).

O procurador geral do Estado, Thiago Norões se mostrou satisfeito com a decisão da Justiça. “A decisão é acertada e foi proferida com muito equilíbrio: não se discute o direito dos servidores de reivindicar direitos e vantagens de forma legítima, mas se reconhece a ilegalidade do uso de instrumentos espúrios que tragam prejuízos à comunidade”, comentou.

Mídia Corporativa: Diário de Pernambuco


3 Comentários so far
Deixe um comentário

Médicos legistas encerram operação-padrão 30.03 15:31h

Sessenta médicos legistas da Associação Pernambucana de Medicina e Odontologia Legal (Apemol) decidiram, em assembleia, nesta quarta-feira (30), encerrar a operação-padrão. Com isso, os médicos voltaram ao trabalho normalmente e os corpos passaram a ser liberados do Instituto Médico Legal (IML). No entanto, eles não aceitaram a proposta de reajuste salarial do governo. O aumento nos salários valeria já para os meses de março, abril e maio. Depois, em junho, o governo voltaria a conversar com os médicos sobre o reajuste anual de salário.

Na última segunda-feira (28), os médicos legistas decidiram a volta da operação-padrão. Por isso, ontem (29) o secretário-chefe da Casa Civil, Tadeu Alencar, anunciou uma série de medidas contra o movimento, que atrapalhou a vida de famílias nas duas últimas semanas. A promessa do governo é de lançar um edital para a contratação temporária de até 100 legistas, através de seleção simplificada. Os salários oferecidos variam de R$ 6.530 a R$ 7.776, os mesmos valores rejeitados pelos legistas do IML.

Também ontem (29), a Procuradoria Geral do Estado entrou com uma ação na Justiça pedindo o reconhecimento da ilegalidade da operação-padrão.

Atualmente, existem 70 legistas trabalhando em Pernambuco. No entanto, de acordo com Apemol, esse número deveria chegar a 300 médicos.

Mídia Corporativa: Diário de Pernambuco

Comentário por reciferesiste

PGE pede a decretação da ilegalidade da greve dos médicos-legistas 29.03 17:28h

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) ajuizou, na tarde desta terça-feira (29), uma Ação Ordinária de Obrigação de Fazer contra a Associação Pernambucana de Medicina e Odontologia Legal (Apemol). A ação pede a decretação da ilegalidade da greve, iniciada pela categoria no dia 11 de março, e a regularização da atividade desenvolvida no Instituto Médico Legal (IML) do Estado.

“Trata-se de um serviço público essencial. O seu uso como instrumento de pressão de uma categoria, em defesa de interesses corporativos, é ilegítimo, uma vez que a população é que é a principal prejudicada”, afirma o procurador geral do Estado, Thiago Norões.

Mídia Corporativa: Diário de Pernambuco

Comentário por reciferesiste

IML decide retomar a operação-padrão 29.03 07:33h

No dia em que o Conselho Regional de Medicina (Cremepe) decidiu por unanimidade pela liberação da sala principal do Instituto de Medicina Legal (IML), os médicos legistas do estado resolveram retomar a operação-padrão, deflagrada no início deste mês. A decisão foi tomada na noite de ontem durante assembleia convocada pela Associação dos Médicos Legistas de Pernambuco (Apemol).

O encontro dos médicos legistas, que terminou por volta das 23h, deliberou pela recusa do reajuste proposto pelo governo, que varia entre 14,51% a 32,95%. ´Vamos devolver a pauta proposta e encaminhar uma nova. Nossa decisão levou em conta o fato de que o que alguns benefícios propostos pelo governo não iriam abranger todos os médicos legistas, mas apenas os plantonistas. Amanhã (hoje), vamos encaminhar nossa nova pauta ao estado`, disse o presidente da Apemol, Carlos Medeiros.

Atualmente, existem 70 legistas trabalhando em Pernambuco. No entanto, de acordo com Apemol, esse número deveria chegar a 300 médicos.

Também na noite de ontem,23 conselheiros do Cremepe decidiram pela liberação da principal sala de necropsia do IML. Depois de uma inspeção realizada por representantes do conselho, do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e do Sindicato dos Médicos do estado (Simepe), o setor foi considerado ´mais digno para profissionais, familiares e cadáveres` pelo grupo.

Mesmo com a decisão favorável do Cremepe, os médicos legistas decidiram voltar à operação-padrão. ´As questões mais urgentes foram cumpridas, mas o ideal seria um novo IML`, explicou Carlos Medeiros.

Mídia Corporativa: Diário de Pernambuco

Comentário por reciferesiste




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: