recife resiste!


Novas Ocupações de Terras Marcam o Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária em Pernambuco

Na manhã de hoje (17), o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam mais oito fazendas em vários municípios pernambucanos.

As ocupações dão continuidade às ações da Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária no Estado de Pernambuco, e já somam 1.890 famílias acampadas. As ocupações de latifúndios improdutivos no estado continuam nos próximos dias.

A Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária acontece em todo o Brasil, e seguirá até o final desse mês. O MST exige o assentamento das 100 mil famílias acampadas até o final deste ano; e que o governo apresente um plano de metas de assentamentos em áreas desapropriadas até 2014; um programa de desenvolvimento dos assentamentos, com investimentos públicos, crédito agrícola, habitação rural, educação e saúde; e medidas para garantir educação nos assentamentos, com a construção de escolas nos assentamentos, um programa de combate ao analfabetismo e políticas para a formação de professores no meio rural.

Balanço das Áreas Ocupadas até o Momento:

DATA ÁREA MUNICÍPIO FAMÍLIAS
14/04 Fazenda Santa Rita São Bento do Una 80
17/04 Fazenda Serro Azul Altinho 150
17/04 Fazenda Mangabeira Igarassu 70
17/04 Engenho Brasileirinho Joaquim Nabuco 170
17/04 Engenho Paraguaçu Itambé 80
17/04 Fazenda Nossa Senhora de Fátima Sertânia 80
17/04 Fazenda Califórnia do Nordeste Petrolina 900
17/04 Fazenda Santa Tereza Granito 60
17/04 Fazenda Geraldo Bulhões Inajá 300

Total: 09 ocupações

Famílias: 1.890

Mais informações:

Rozana Conceição – MST/PE – 81.9717 6094

Fonte: MST

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

MST bloqueia rodovia durante horas no Agreste

Aproximadamente 100 integrantes do MST bloquearam a BR-104, km 40, trecho entre o trevo de acesso à Fazenda Nova e o distrito de Lajes, no Agreste de Pernambuco, na manhã dessa segunda-feira (18).

A PRF foi acionada e ao chegar ao local, foi informada que se tratava de uma movimentação nacional, chamada “Abril Vermelho” para lembrar o massacre em Eldorado dos Carajás (PA), que completa 15 anos.

A rodovia foi bloqueada às 7h e liberada às 10h.

OCUPAÇÕES – Nesse domingo (17), integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam mais oito fazendas em municípios pernambucanos. De acordo com o MST, as ocupações dão continuidade às ações da Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária no Estado e já somam 1.890 famílias acampadas. Ainda segundo o movimento, as ocupações de latifúndios improdutivos no estado continuam nos próximos dias.

JORNADA – A Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária acontece em todo o Brasil e, de acordo com o MST, seguirá até o final desse mês. Entre as exigências feitas pelo MST, estão:

Assentamento das 100 mil famílias acampadas até o final deste ano e que o governo apresente um plano de metas de assentamentos em áreas desapropriadas até 2014;

Programa de desenvolvimento dos assentamentos, com investimentos públicos, crédito agrícola, habitação rural, educação e saúde;

Medidas para garantir educação nos assentamentos, com a construção de escolas nos assentamentos, um programa de combate ao analfabetismo e políticas para a formação de professores no meio rural.

ÁREAS OCUPADAS – Essa semana, as últimas ocupações feitas por integrantes do MST foram realizadas nos municípios de São Bento do Una, Altinho, Igarassu, Joaquim Nabuco, Itambé, Sertânia, Petrolina, Granito e Inajá.

Mídia Corporativa: NE10

Comentário por reciferesiste

MST tem nove áreas ocupadas no Interior de Pernambuco

Nesse domingo (17), integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam mais oito fazendas em municípios pernambucanos, chegando ao total de nove somente neste mês. De acordo com o MST, essas ocupações dão continuidade às ações da Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária no Estado e já somam 1.890 famílias acampadas. Ainda segundo o movimento, as ocupações de latifúndios improdutivos no estado continuam nos próximos dias.

A Jornada Nacional de Lutas por Reforma Agrária acontece em todo o Brasil e, de acordo com o MST, seguirá até o final desse mês. Constam na pauta de reivindicações do movimento:

» Assentamento das 100 mil famílias acampadas até o final deste ano e que o governo apresente um plano de metas de assentamentos em áreas desapropriadas até 2014;

» Programa de desenvolvimento dos assentamentos, com investimentos públicos, crédito agrícola, habitação rural, educação e saúde;

» Medidas para garantir educação nos assentamentos, com a construção de escolas nos assentamentos, um programa de combate ao analfabetismo e políticas para a formação de professores no meio rural.

ÁREAS OCUPADAS – Essa semana, as últimas ocupações feitas por integrantes do MST foram realizadas nos municípios de São Bento do Una, Altinho, Igarassu, Joaquim Nabuco, Itambé, Sertânia, Petrolina, Granito e Inajá.

Mídia Corporativa: NE10

Comentário por reciferesiste




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: