recife resiste!


Funcionários do CPRH em greve.
14/06/2011, 12:44
Filed under: notícias | Tags: ,

Nós, do Movimento Salve Maracaípe, conhecemos e sabemos da seriedade do corpo funcional da CPRH. Testemunhamos em inúmeros embates as situacoes humilhantes a que estiveram expostos. Sabemos do elevado grau de pressao existente nos processos de licenciamento. Sabemos das fiscalizacoes tecncamente bel elaboradas, mas sem nenhuma consequência por parte dos dirigentes.Sabemos do amor e da dedicacao com que os técnicos tentam realizar o seu trabalho. Estamos solidários com a sua luta, porque sabemos que sao vítimas do descaso proposital do governo, que nao tem interesse em um órgao ambiental independente e capacitado para levar a cabo sua missao.

Por que, após tantos escândalos ambientais – Passivos ambientais de SUAPE, caso do Lixao da Muribeca, BR 408 no Sertao, Rodovia Porto-Maracaípe sem EIA-RIMA, degetos dos Resorts de Portos de Galinhas sendo jogados no mar, poluicao térmica da Termopernambuco provocando genocícios de fauna marinha, etc. – gente como Hélio Gurgel, Nelson, etc. continuam integrando os quadros dirigfentes da CPRH e licenciando todas essas irregularidades?

Por que a Ilha de Fernando de Noronha continua sem uma política ambiental séria por parte do governo? Por que Ana Arraes (mae do atual governador) votou a favor do Código de Desflorestamento de Aldo Rebelo? Por que os “Estudos complementares de Impacto Ambiental” sao sempre elaborados pelas mesmas empresas? Por que advogados de SUAPE se desligam do governo para prestar servico ao governo? Um governo realmente participativo deixaria o seu povo tomar conhecimento de um projeto de grande impacto ambiental, como o plano de um novo Porto, através de um vazamento de infomrcao na Revista Veja? Por que o Partido Verde continua integrando esse governo, que continua com essa mesma política ambiental insustentável e insuportável?

Sabemos Na verdade, os recursos naturais do povo pernambucano vêm sendo tratados como mercadoria, ofertados aos “amigos” empresários financiadores das campanhans. Na verdade, a CPRH tem como direcao um grupo nomeado pelo governador, cuja missao é “facilitar” a implantacao de empreendimentos de interesse do governo e à revelia de sua sustentabilidade para as geracoes presentes e futuras de pernambucanos. Atestamos que há uma desmotivacao generalizada no quadro funcional da CPRH e que os trabalhadores realmente execrcem suas funcoes em péssimas condicoes. A sociedade precisa se posicionar, precisa defender o fortalicimento do órgao ambiental público, bem como um tratamento digno aos seus trabalhadores. Neste momento, defender e se solidarizar com os funcionários da CPRH equivale à luta histórica em defesa de um meio ambiente sadio, sustentável e equilibrado para todos os habitantes de nosso planeta. A situacao dos trabalhadores do IBAMA nao é muito diferente.

Axé! A luta Continua!

Christiane Rothvoss e Marcos Pereira, do Movimento Salve Maracaípe

___

Carta Aberta à Sociedade*

Hoje, Sexta-feira, 10 de Junho de 2011, a Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH realiza a XXI Edição do Prêmio Vasconcelos Sobrinho. Mas você sabe quem foi Vasconcelos Sobrinho?

João Vasconcelos Sobrinho nasceu no dia 28 de abril de 1908, em Moreno – PE. Pioneiro na área dos estudos ambientais no Brasil foi considerado em seu tempo uma das maiores autoridades em ecologia da América Latina. Faleceu em 1989 e em sua homenagem a CPRH atribui, desde 1990, o Prêmio Vasconcelos Sobrinho. Portanto, aqueles que o recebem devem se sentir honrados, pois são reconhecidos como sucessores do seu legado.

Entretanto, se Vasconcelos Sobrinho estivesse vivo: será que ele gostaria de ver seu nome emprestado a um prêmio concedido por uma Agência Estadual de Meio Ambiente que, nas atuais condições, pouco faz pelo meio ambiente em Pernambuco?

Da porta para fora, caro leitor, a CPRH passa a imagem de uma instituição séria e comprometida com a causa ambiental. Contudo, a realidade é bem diferente. · Funcionários desvalorizados, sem plano de cargos e carreiras e com vencimentos inferiores aos de Agências que desempenham funções semalhantes. · Não houve nenhum treinamento para atender a totalidade do corpo funcional. · Dos 348 nomeados através do Concurso Público realizado em 2008, mais de 140 desistiram da vaga, em grande parte devido às condições de trabalho e à baixa remuneração. · Existencia de pressões e constragimentos em ambiente de trabalho. · Há setores na CPRH que contam atualmente com apenas 1 funcionário. · Há uma sobrecarga intensa de processos na pauta dos analistas e técnicos ambientais, algumas com mais de duzentos processos. · Servidores desenvolvendo atividades que demandam conhecimento de áreas divergentes de sua formação.

· A nova sede, que deveria estar concluída desde 2010, sequer teve suas obras iniciadas. · O laboratório da CPRH funciona em condições precárias: alagamentos, falta de materiais, entre outros. · Atualmente o espaço destinado a refeição, confraternização e descanso dos funcionários encontra-se sob ameaça de desativação pela diretoria. Nosso pleito é por condições de trabalho que possibilitem dar cumprimento à nossa missão: garantir o exercicio das atribuições legais desta Agência e o respeito ao meio ambiente

Visite nosso blog, conheça o nosso movimento, entenda melhor o nosso pleito, junte-se à nossa causa, lute conosco por um Pernambuco sustentável não apenas nos discursos, mas na prática.

Blog: http://www.meioambientesociedadeevozes.blogspot.com

Siga-nos também pelo Twitter: #grevecprh e pelo Facebook: Greve CPRH.

*Texto distribuído pelo SINTAPE e funcionários da CPRH durante solenidade do Prêmio Vasconcelos Sobrinho.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: