recife resiste!


Atualizações sobre a greve dos Correios
08/10/2011, 10:21
Filed under: notícias | Tags: , ,

Principais notícias da semana acerca da greve nos Correios

Grevistas mantêm esperança de fechar acordo com Correios antes do dissídio

06/10/2011 | 18h34

Os funcionários dos Correios, em greve há 23 dias, ainda acreditam em um acordo com a direção da estatal antes do julgamento do dissídio coletivo, no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Ontem (5), os 35 sindicatos que representam os trabalhadores dos Correios nos estados e no Distrito Federal rejeitaram o acordo firmado pelo comando de greve com a empresa e decidiram permanecer em greve.

Segundo José Gonçalves de Almeida, do comando de greve, os funcionários consideram que é possível melhorar a proposta da estatal. “Entendemos que [levar o dissídio para julgamento no] o TST é ruim para as duas partes. Achamos que podemos chegar a uma condição negociada antes do dissidio”.

Almeida foi um dos membros do comando de greve que se opôs ao acordo firmado com a empresa sob mediação do TST. Segundo ele, os principais pontos criticados pelos grevistas estão relacionados ao desconto dos dias parados e ao pagamento do aumento linear de R$ 80 a partir de outubro. Os trabalhadores queriam compensar os dias de greve com trabalho extra e receber o aumento retroativo a 1º de agosto, que é a data-base da categoria.

O secretário-geral da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), José Rivaldo da Silva, também torce por um acordo, mas acha que os trabalhadores podem ter perdas se o caso parar na Justiça do Trabalho. “Sempre é melhor negociar do que deixar julgar. A jurisprudência do tribunal não é favorável aos trabalhadores nesses casos [de pagamento dos] dias parados por consequência de greve”.

Uma nova audiência entre as partes está marcada para segunda-feira (10), às 11h, no TST. Se não houver um novo acordo, a ministra Cristina Peduzzi, responsável pelo processo, deverá distribuir o dissídio coletivo a um dos ministros da Seção Especializada em Dissídios Coletivos (SDC), onde a questão será julgada.

Segundo os Correios, desde o início da greve, cerca de 159 milhões de encomendas e correspondências deixaram de ser entregues. A empresa promete fazer um novo mutirão no próximo fim de semana para tentar regularizar as entregas. Com os mutirões, já foi possível entregar cerca de 25 milhões de cartas e encomendas em todo o país e triar mais de 69 milhões.

TST determina que 40% do efetivo de cada unidade dos Correios voltem a trabalhar
06/10/2011 | 19h16

Em meio ao impasse entre funcionários e direção dos Correios, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Orestes Dalazen, acatou parcialmente pedido de liminar da estatal e determinou que sejam mantidos 40% do efetivo em cada unidade. Caso a decisão não seja cumprida, será aplicada uma multa diária de R$ 50 mil aos sindicatos.

O presidente do TST convocou também uma audiência de conciliação entre as partes na sexta-feira para tentar pôr fim à greve, que já dura 23 dias.

Os Correios queriam que a Justiça fixasse um efetivo mínimo de 70%.

A Federações Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect) informou oficialmente à estatal que o acordo firmado na terça foi rejeitado por unanimidade. Os 35 sindicatos da categoria decidiram pela continuidade da paralisação.

Um dos pontos de discórdia foi o desconto dos dias parados.

A estatal conta com 110 mil trabalhadores no país, entre funcionários diretos e aqueles contratados por meio de suas franquias.

Fracassa nova tentativa de conciliação para pôr fim à greve nos Correios
07/10/2011 | 15h58
Fracassou a tentativa de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST) entre o comando de greve dos trabalhadores dos Correios e a direção da empresa. Diante disso, o tribunal vai arbitrar o dissídio coletivo na terça-feira. O processo será relatado pelo ministro Maurício Delgado.

Essa é a segunda tentativa de conciliação. Na terça-feira, o comando de greve e os Correios chegaram a um acordo. Os 35 sindicatos da categoria, no entanto, o rejeitaram por unanimidade.

mídia corporativa: pernambuco.com

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: