recife resiste!


Post póstumo
21/11/2011, 21:04
Filed under: divulgação | Tags:

agora em: reciferesiste.pelivre.org

Recife Resiste!

Anúncios


Lançamento reciferesiste.org
03/11/2011, 00:38
Filed under: digressões | Tags:

Não é novidade que o Recife Resiste! vem tentando aprimorar as suas ferramentas de comunicação, e agora, finalmente, estamos desenvolvendo nosso polegar opositor! Mas calma, não é apenas para curtir no Facebook: neste dia 5 de novembro vamos comemorar o lançamento do nosso novo site, reciferesiste.org.


Esse encontro inaugura uma nova etapa no Recife Resiste!. O contato com outras experiências de mídia (rádio e vídeo principalmente) e o fato de termos trocado idéias com outros grupos – Antena Negra TV, CMI-Brasília, Rádio Cordel Libertário, Desinformémonos – contribuíram bastante para essa nova instiga do coletivo. Percebemos que o momento era de unirmos nossas motivações individuais para diversificar os instrumentos e estratégias do coletivo e potencializar a construção de uma comunicação autônoma. A intenção é alargar a “pequena contribuição para a derrocada do capitalismo”.
Continue lendo



Programação lançamento do reciferesiste.org
03/11/2011, 00:33
Filed under: divulgação | Tags:

PROGRAMAÇÃO

14:00 – Apresentação do novo site e conversa sobre “direito à comunicação”

15:00 – OFICINAS

/Oficina de Animação (stop-motion)

A oficina conta com um primeiro momento onde se aborda a parte histórica desse tipo de arte, segue com idéias sobre os diferentes modos e técnicas de produção e se encerra com um curto experimento prático de fotografia quadro a quadro.

/Oficina de transmissão de rádio (FM e web)

Pretendemos colocar no ar uma rádio FM e também fazer transmissão pela web. Inicialmente conversaremos um pouco sobre rádio livre e em seguida partiremos para a parte mais prática: montagem do transmissor, gravação do programa e transmissão ao vivo.  No fim já jogamos um programa novo no ar.

/Oficina de vídeo básico (decupagem e edição)

A oficina de vídeo apresentará noções básicas de captação e edição de material áudio-visual. A intenção é a produção de um pequeno vídeo que documente o evento e mostrar como qualquer pessoa, ao dispor de um equipamento razoável, pode fazer algo legal. No primeiro momento os participantes vão captar os vídeos livremente, sejam na forma de imagens, depoimentos ou devaneios. O momento seguinte será dedicado à decupagem (planificação por escrito de cada cena do filme). No terceiro momento os participantes decidirão uma metodologia simples de edição, sempre atenta à participação de todos. Finalmente, o vídeo produzido será exibido junto à mostra de curtas proposta pelo evento.

19:00 – Mostra de curtas e outras fuleragens

Para irmos nos organizando melhor para as oficinas mandem email para reciferesiste@riseup.net fazendo sua inscrição na oficina que deseja.



Cidade bonita, barriga vazia!

Arquivo em .pdf para download aqui.



Recife Resiste nas ruas!
07/03/2011, 18:36
Filed under: divulgação | Tags: ,



Considerações sobre o terceiro ato contra o aumento das passagens (28/01)
29/01/2011, 00:05
Filed under: notícias | Tags: , ,

O ato de hoje contra o aumento das passagens começou de maneira bem parecida com os anteriores. Seguiu, inicialmente, quase o mesmo percurso: saiu da Rua do Hospício, passou pela Av. Conde da Boa Vista com paradas curtas; chegou a Av. Agamenon Magalhães indo em direção à Secretaria das Cidades, além de mesma estrutura: carro de som para entoar palavras de ordem, e para o rodízio de discursos entre os principais dirigentes estudantis e alguns manifestantes e transeuntes aderentes da causa. Porém, mesmo com tais semelhanças a manifestação se diferenciou de suas antecedentes. Apesar do número significativamente menor de pessoas, em relação ao ato anterior, alguns dos manifestantes, que faziam maioria no protesto, preteriram a reunião na Secretaria das Cidades ao priorizar como rumo para manifestação o fechamento da Av. Agamenon Magalhães em diversos pontos.

Organizado majoritariamente pela UESPE (União dos Estudantes Secundaristas de Pernambuco) em aliança com o Comitê Contra o Aumento das Passagens e dos Salários dos Parlamentares, o protesto teve como foco a reunião naquela entidade governamental, na tentativa de pressionar e possivelmente se reunir com o secretário Danilo Cabral. Mais uma vez considerando o Estado como esfera que pode ter interesses conciliáveis com os da população. A chegada à Agamenon Magalhães foi marcada pelo mesmo fato ocorrido na manifestação anterior (13 de janeiro): manifestantes independentes pretenderam fechar a avenida naquele momento, e outros manifestantes – os que mais se utilizavam do carro de som e desfilavam hasteando bandeiras partidárias -, continuaram em passeata sem mero sinal de hesitação. Resumo da ópera: seguiu-se rumo à Secretaria, e lá se chegou. Felizmente, o fato de Danilo Cabral se negar a fazer uma reunião com os manifestantes fez com que estes retornassem para a Agamenon Magalhães. Lá chegando começou uma outra manifestação mais combativa e que se propunha ao enfrentamento em busca dos seus propósitos. O carro de som foi abandonado, o que colaborou com o aumento da gestão popular do protesto.

Até então a polícia conhecia o itinerário do protesto. A partir deste momento ela teve que agir de acordo com o que os manifestantes decidiam na hora. Ocorreram algumas intervenções de lideranças policiais para tentar manipular o caminho,e o término do protesto. Porém, aquelas não foram bem sucedidas.

Durante o percurso, na Agamenon Magalhães, um dos manifestantes foi atropelado por um carro. Essa atitude gerou um momento de tensão entre os manifestantes e a polícia, que chegou para defender o motorista. Ao chegar no cruzamento do Derby, os manifestantes pararam novamente, após mais de 3 horas de mobilização. Por sua vez, a força policial se mostrou confusa e os mesmos começaram a intimidar os participantes, até a chegada do Choque. Neste momento a ANEL se retirou em bloco e o resto dos manifestantes seguiu em passeata pela Conde da Boa Vista até que o protesto se dispersou no mesmo local de sua saída.

E a luta continua…

Recife Resiste!



O “caos” midiático e a legitimação da ordem

Neste artigo, o coletivo de contra-informação Recife Resiste analisa matéria do Diario de Pernambuco referente ao protesto estudantil contra o reajuste de passagens e lança questões pertinentes sobre a dinâmica urbana do Recife, o direito à cidade e o isolamento da periferia. Durante as semanas de protesto, a equipe do Recife Resiste fez a cobertura das manifestações no centro da cidade.

Confira o artigo completo no site OmbudsPE.