recife resiste!


Marcha contra Corrupção no Recife reúne cerca de 500 manisfestantes
16/11/2011, 17:56
Filed under: notícias | Tags: ,

Cerca de 500 pessoas participaram de uma marcha contra a corrupção  na tarde desta terça-feira (15), no bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife. Os manifestantes seguiram em passeata pela Avenida Boa Viagem, usando nariz de palhaço e carregando faixas e cartazes, em que pediam punição para os políticos condenados por corrupção no Brasil.

O Arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, participou da manifestação. “A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), recentemente, apresentou ao conselho permanente uma nota de solidariedade a essas iniciativas que precisam ser motivadas para que as pessoas consigam, pela unidade, mudar essa situação de corrupção que vive no país”, afirmou.
Mídia corporativa: G1

Anúncios


Marcha contra corrupção: ‘O povo decidiu: ou para a robalheira ou paramos o Brasil’
13/10/2011, 03:42
Filed under: notícias | Tags: , ,

Aconteceu na tarde desta quarta-feira (12), na Avenida Boa Viagem, a Marcha Contra a Corrupção. A Polícia Militar estima que cerca de 500 pessoas estiveram na Avenida protestando e se manifestando contra esse que é, sem dúvida, um dos maiores problemas do país. Gritos de guerra, bandeiras, faixas, cartazes, fantasias, e muito barulho compuseram o cenário para um discussão que se dizia apartidária e contrária, inclusive, a participação de políticos.

Em sua maioria jovens estudantes, os manifestantes haviam se organizado pelo site de relacionamentos Facebook, e seguiram caminhando da Pracinha de Boa Viagem, onde se concentraram, até próximo ao edifício Acaiaca. No caminho gritavam frases de ordem e convidavam as pessoas que aproveitavam o feriado na praia para juntarem-se ao grupo. Entre as revindicações estavam, principalmente, o exigência da aprovação do projeto da Ficha Limpa, que há anos tramita no Congresso; o fortalecimento do Comissão Nacional de Justiça (CNJ), e o fim do voto secreto no Congresso e nas Assembleias.

“Marchamos contra a corrupção e em defesa do CNJ e do voto aberto. Queremos a aprovação da Ficha Limpa. Sabemos que não resolveremos tudo assim, mas se fizermos um pouquinho aqui e um pouquinho ali, vamos acabar com os castelos desse corruptos”, falou, ou melhor, gritou ao megafone o manifestante Eliel de Souza.

Ainda defendendo a bandeira das “pequenas ações” que podem contribuir para uma mudança social, o grupo Jovens Por um Mundo Unido (MJPU), que promove atividades para a construção de um cultura da fraternidade em todos os continentes, esteve presente na Marcha vestindo uma camiseta que dizia: “Faça uma mudança visível”.

“A construção de país mais justo e com menos desigualdades sociais passa, necessariamente, pela construção de uma cultura da honestidade, da transparência. Não adianta nada se a gente é honesto e lá em Brasília, ou mesmo aqui, os políticos insistem numa cultura da facilidade, do jeitinho”, disse o estudante Fernando Cunha. “Por isso nós do MJPU viemos marchar, queremos fazer e estimular que sejam feitas mudanças visíveis na sociedade”, completou o também estudante Tibério Gouveia.

Mídia corporativa: NE10