recife resiste!


Estaleiro demite mais 400 funcionários
06/11/2011, 18:00
Filed under: notícias | Tags: ,

Um mês e meio depois de demitir 350 trabalhadores, o Estaleiro Atlântico Sul (EAS) voltou a cortar pessoal esta semana. Foram 400 novas demissões, pelos cálculos do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Pernambuco (Sindmetal-PE). A preocupação dos funcionários do EAS agora é com a continuidade ou não do emprego dos cerca de mil trabalhadores do casco da plataforma P-55, com entrega prevista para o próximo dia 22.

No último dia 15 de setembro, houve conflito de trabalhadores grevistas do EAS com a Polícia Militar no Complexo Industrial Portuário de Suape. Como resultado, uma semana depois 350 pessoas foram demitidas, algumas por telegrama e outras ao chegar na empresa – lá, o cartão não foi reconhecido na entrada.

Continue lendo



Lojas com lixo hospitalar são fechadas no PE
16/10/2011, 19:00
Filed under: notícias | Tags: , , , ,

A Vigilância Sanitária de Pernambuco interditou hoje duas lojas da Império do Forro de Bolso, empresa de Santa Cruz do Capibaribe (a 205 km de Recife) que vendia lixo hospitalar importado dos Estados Unidos.

A Folha (argh!) esteve na sexta em uma das lojas e comprou nove lençóis, como foi publicado neste sábado. Havia peças –algumas delas com manchas– com logotipos e inscrições de hospitais e entidades de saúde norte-americanas.

Segundo o gerente-geral da Vigilância Sanitária de Pernambuco, Jaime Brito, uma das lojas interditadas fica em um município vizinho, Toritama, que também faz parte do polo de confecções do agreste do Estado.

No sábado, Brito retornou às cidades, desta vez acompanhado de agentes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para coletar material para análise e perícia. A quantidade de produtos estocados nas duas lojas ainda não foi calculada.

Continue lendo



Trabalhadores de estaleiro e Ministério do Trabalho não assinam acordo em audiência
17/09/2011, 20:05
Filed under: notícias | Tags: ,

A audiência que ocorreu na tarde desta sexta-feira (16) entre o Sindicato dos trabalhadores do estaleiro Atlântico Sul e o MInistério Público do Trabalho, localizado no bairro do espinheiro, no Recife, não terminou em acordo.

Segundo o presidente do Sindicato, Alberto Alves dos Santos, um acordo deveria ser assinado nesta sexta, mas foi adiado para a próxima quinta-feira (22). Na segunda, os funcionários voltam a se reunir em assembleia.

Cerca de 800 trabalhadores realizaram protesto nessa quinta-feira e fecharam o acesso ao Complexo Portuário de Suape, deixando pneus queimados e ônibus depredados.

Eles pedem 30% de aumento, um novo regime de folgas, melhores condições de trabalho e o fim do desvio de função.

Mídia Corporativa: Ne10



Protesto de trabalhadores de Suape interdita avenidas principais do complexo
16/09/2011, 00:05
Filed under: notícias | Tags:

Trabalhadores do estaleiro de Suape interditam, desde as 6h30 desta quinta-feira (15), as duas avenidas principais de acesso ao complexo portuário. Os funcionários protestam por melhorias salariais e nas condições de trabalho. De acordo com Josiano Domingos, que trabalha no setor de acabamento, para bloquear as vias os manifestantes atearam fogo em pedaços de madeira e muitos estão jogando as fardas e equipamentos de proteção dentro da “fogueira” em sinal de insatisfação.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros (CB) está no local desde o início da manhã. O bloqueio já começa a complicar o trânsito na BR-101 e PE-60, que dão acesso ao Complexo de Suape. De acordo com Alberto Alves, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Pernambuco, o movimento desta quinta-feira não estava na pauta da organização, o protesto foi puxado espontaneamente pelos trabalhadores.

 

Mídia Corporativa: Ne10



Trabalhadores de Suape entram em greve
08/08/2011, 11:07
Filed under: notícias | Tags: ,

Os trabalhadores da Refinaria Abreu e Lima e do Polo Petroquímico de Suape cruzaram os braços hoje. A greve geral da categoria, formada por 40 mil pessoas, foi deflagrada esta manhã durante assembleia geral da categoria. A paralisação, no entanto, se restringe aos trabalhadores do Complexo Industrial de Suape. Os trabalhadores da Cidade da Copa, Ferrovia Transnordestina e Transposição do Rio São Francisco continuam negociando sem interromper os trabalhos.

Os trabalhadoires recusaram as propostas apresentadas pelo patronato de 10% de aumento salarial, reajuste da cesta básica de R$ 160 para R$ 180 e folga de campo de cinco dias úteis para cada 90 dias trabalhados. O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Pesada de Pernambuco (Sintepav-PE) defende 15% de aumento, cesta básica de R$ 300, além do abono dos dias parados durante a greve ocorrida, em março, item sob análise das empresas, que prometem responder amanhã.

De acordo com o presidente do sindicato, Aldo Amaral, as negociações estavam sendo realizadas há mais de 15 dias sem avanços. Amanhã pela manhã, o Sintepav e a Força Sindical  realizarão uma nova assembleia para informar os trabalhadores das novidades em relação às negociações.

Mídia Corporativa: Diário de Pernambuco



Protesto fecha a PE-28, no Cabo de Santo Agostinho
04/05/2011, 09:00
Filed under: notícias | Tags: , , ,

O trânsito na PE-28, estrada de Gaibu, no Cabo de Santo Agostinho, volta a ser interditado hoje por um protesto realizado por moradores e motoristas que passam pela via por melhorias nas condições das vias de acesso ao Complexo de Suape.

Esta é a terceira manifestação realizada no mesmo local e pelo mesmo motivo em uma semana. A última aconteceu no dia 27 de abril, quando firam fechados os dois sentidos da estrada nas proximidades da entrada da Curva do Bambu, na praia de Enseada dos Corais.

Na ocasião, os manifestantes atearam fogo em pneus e pedaços de madeira. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Rodoviária Estadual (PRF) foram acionados para controlar, respectivamente, o fogo e trânsito na área. O protesto causou um grande congestionamento, com vários ônibus e caminhões e carros passio impedidos de seguir viagem.

Mídia Corporativa: Diário de Pernambuco



Trabalhadores de Suape bloquearam PE-28 nesta manhã
28/04/2011, 10:59
Filed under: notícias | Tags: , , ,

Cerca de 250 trabalhadores do Complexo Industrial Portuário de Suape, em Pernambuco, bloquearam a rodovia estadual PE-28 na manhã desta quarta-feira (27) para reivindicar melhores condições estruturais na via. Os manifestantes usaram pneus e madeiras para fazer o bloqueio. A estrada liga o porto a algumas praias na região, onde vivem os funcionários.

Por causa das condições da via, eles são obrigados a trafegar com velocidade reduzida. Segundo a tentente Wedja Costa, da Polícia Militar (PM), algumas pessoas chegaram a ser demitidas por causa dos atrasos.

A rodovia ficou interditada durante toda a manhã e o protesto só terminou por volta das 13 horas, com a chegada do diretor interino do Departamento de Estradas e Rodagem (DER-PE). Segundo a assessoria de imprensa do DER, as obras de conservação e recuperação do trecho tinham início previsto para o dia 9 de maio, mas a negociação com as lideranças resultou em uma nova data. Hoje foi deslocada uma frente de trabalho para tapar emergencialmente três buracos e as obras começarão amanhã.

Mídia corporativa: NE10



Trabalhadores protestam em Suape
21/04/2011, 07:00
Filed under: notícias | Tags: ,

Cerca de 300 trabalhadores da Empresa COEG localizada no Complexo Portuário de Suape realizaram um protesto esta manhã (20) em Suape. Os funcionários reivindicam reajuste salarial.

Policiais militares do 18º Batalhão foram chamados para o local. De acordo com a PM, a manifestação foi encerrada pacificamente por volta das 9h.

Mídia Corporativa: pernambuco.com



Grevistas são demitidos em Suape
17/04/2011, 07:01
Filed under: notícias | Tags: , ,

Cerca de 500 trabalhadores foram demitidos pelas empresas que estão construindo a Refinaria Abreu e Lima e a Petroquímica Suape nos últimos 17 dias, segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada no Estado de Pernambuco (Sintepav), Aldo Amaral. “Isso ocorreu como forma de retaliação por causa da greve”, argumentou. Os operários fizeram uma paralisação em fevereiro último. A greve foi de 23 dias no primeiro consórcio onde começou o movimento.

Entre os demitidos estão os funcionários Cristina Maria da Silva e Joab Marques. A primeira representava os trabalhadores na Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA) na fábrica petroquímica (consórcio da Construtora Odebrecht) e o segundo era membro da comissão de trabalhadores eleita pelo Sintepav para representar os funcionários da Galvão Engenharia.

Amaral informou que o sindicato está analisando quais as medidas judiciais viáveis para reintegrar os funcionários que representavam os trabalhadores e foram demitidos sem justa causa. “Apenas pessoas que confiam na ausência do direito tomam uma atitude de demitir um cipeiro sem justa causa, porque a Constituição Federal garante a sua estabilidade”, disse o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho de Pernambuco (MPT-PE), Fábio André de Farias.

Mídia corporativa: Jornal do Commercio



Trabalhadores de Suape e patrões têm nova negociação esta sexta-feira
15/04/2011, 13:20
Filed under: notícias | Tags: , ,

Os trabalhadores da Refinaria Abreu e Lima e da Petroquímica Suape encontram-se mais uma vez com os patrões para negociar o que será feito em relação aos dias parados no início do ano.

A rodada acontece às 13h e tem a mediação do Ministério Público do Trabalho (MPT). A comissão de trabalhadores deve apresentar proposta ao MPT e à bancada patronal.

Mídia corporativa: JConline



Pernambuco: A luta dos operários de Suape
11/04/2011, 11:55
Filed under: notícias | Tags: , , ,

A superexploração e ganância patronal, reforçada pela repressão desencadeada contra os operários no complexo industrial e petroquímico de Suape, não arrefeceu o ânimo e a combatividade dos trabalhadores.

Nos canteiros de obras, Odebrecht, Camargo Correia, Queiros Galvão, Galvão e Pampulha Engenharia, entre outras grandes empresas, imprimem ritmo desumano de trabalho.

Os operários denunciam constantes humilhações e abusos cometidos pelos patrões e capatazes das empresas nos canteiros:

— Somos chamados de cachorros por encarregados, gerentes e patrões — protesta  um operário na fila para o almoço, acrescentando em seguida — Quando reclamamos, do péssimo tratamento, das horas extras que quase nunca pagam e das péssimas condições de trabalho, eles gritam com a gente coisas como: “vocês eram cortadores de cana, passavam fome e hoje tem profissão e salário, tão reclamando de que? Até fardinha vocês tem.” Veja que absurdo! — indigna-se o trabalhador.

Continue lendo



Trabalhadores de Suape participam de nova audiência pública
06/04/2011, 22:25
Filed under: notícias | Tags: , ,

O Ministério Público do Trabalho de Pernambuco (MPT-PE) realiza audiência nesta quinta-feira (7 de abril), às 8h, para tentar resolver o impasse sobre o desconto das horas paradas dos trabalhadores da Refinaria Abreu e Lima e da PetroquímicaSuape. Embora a justiça tenha autorizado o desconto em decisão no último dia 29 de março, a questão ficou de ser negociada com os patrões pelas lideranças sindicais do movimento. No entanto, após nove dias do julgamento, a questão parece não ter sido negociada. O próprio MPT-PE diz ter tomado conhecimento de que alguns trabalhadores foram demitidos com os descontos, causando descontentamento entre a categoria, que, inclusive, ameaça parar novamente as obras.

Mídia corporativa: Ne10



Trabalhadores da Refinaria e Petroquímica mantêm a greve
29/03/2011, 07:10
Filed under: notícias | Tags: , ,

Em assembleia, na manhã de ontem, em Suape, os trabalhadores das obras da Refinaria Abreu e Lima e da PetroquímicaSuape votaram pela continuação da greve, que já dura oito dias. Eles também mantiveram as reivindicações (cesta básica no valor de R$ 160 e pagamento de 100% das horas extras aos sábados) e decidiram fazer outra reunião na próxima segunda-feira, com os cerca de 34 mil trabalhadores (número da Confederação dos Trabalhadores, sendo quatro mil do Consórcio Conest, 12 mil de outras empresas da Refinaria e 18 mil da Petroquímica). Eles vão acertar detalhes para audiência de negociação, intermediada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), na segunda, 10h. Na terça, o Tribunal  Regional do Trabalho (TRT-6) julga a legalidade da greve.

Todas as atividades dos dois empreendimentos continuam paradas e, de acordo com o Sindicato Nacional da Indústria Pesada (Sinicom), a greve envolve 28 mil trabalhadores – sendo 18 mil envolvidos nas obras da Refinaria e 10 mil da Petroquímica. Galvão explicou ainda que a comissão de trabalhadores assume um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) comprometando-se a só negociar horas extras novamente em 2012 e reajuste do valor da cesta básica apenas pela inflação. “Não estamos aqui para quebrar patrimônio, mas a decisão da assembleia tem que ser respeitada”, disse Galvão. Continue lendo



Funcionários protestam no Complexo de Suape e não retornam ao trabalho
23/03/2011, 10:44
Filed under: notícias | Tags: , , , ,

A manhã desta terça-feira (22) foi de protestos no Complexo de Suape, no Litoral Sul do Estado. Um trecho da estrada de acesso às obras foi bloqueado e os operários voltaram a se reunir no canteiro de obras porque não aceitaram as propostas feitas pelas empresas, envolvidas na construção da Refinaria Abreu e Lima e da Petroquímica Suape.

Os funcionários querem R$ 160 de vale-alimentação e também o pagamento de 100% de hora extra aos sábados. De acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Pesada, quase 25 mil pessoas pararam de trabalhar.

Na tarde desta terça, os advogados do sindicato disseram que vão entrar com um pedido no Tribunal Regional do Trabalho para que a greve seja considerada ilegal. Eles querem que os operários voltem ao serviço.

Além disso, uma nova audiência com o Ministério Público do Trabalho foi marcada para tentar resolver o impasse. O encontro será realizado às 15h desta terça.

Mídia corporativa: pe360graus.com



Greve reacende lutas operárias em Pernambuco
18/03/2011, 15:30
Filed under: notícias | Tags: , , , ,

O consórcio Conest é composto pela OAS e a Odebrecht, que são responsáveis pela construção das unidades UHDT e UDA da refinaria Abreu e Lima no Complexo Industrial e Petroquímico de Suape. Ali também se instalaram, operando dentro dos mais de 13 mil hectares, outras empresas do ramo da construção pesada, como a gigante Queiroz Galvão e outras terceirizadas, um conjunto variado de transnacionais que abrangem vários ramos de indústrias, além do estaleiro e do complexo portuário.

Neste mosaico de exploração, a concentração de operários é massiva, os salários são miseráveis e os trabalhadores têm seus diretos mais básicos pisoteados.

Um operário da OAS que não quis se identificar relatou: “Nos trazem comida que nem um porco come, é estragada, podre mesmo, até tapurú (larvas) e as moscas ficam rondando e somos obrigados a comer… Além do mais as marmitas vêm com pouca comida e não podemos repetir, é uma pra cada um. Já os encarregados, gerentes, engenheiros e pessoal técnico, comem bem, comem em lugar separado, e a comida deles é sadia, além de poderem comer o quanto quiserem”.

Outro operário da Pampulha Engenharia, terceirizada da Odebrecht, nos conta que enfrentam “uma fila quilométrica com mais ou menos 9 mil companheiros pra almoçar” e que só tem uma hora para comer. Um outro funcionário alega que foi demitido por reclamar da comida, do salário e do pagamento das horas extras. Ao procurar o sindicato: nova decepção.

Continue lendo



Trabalhadores voltam a parar a obra da refinaria
18/03/2011, 13:39
Filed under: notícias | Tags: , , ,

Os trabalhadores do Consórcio Conest – formado pelas empresas Odebrecht e OAS – voltaram a paralisar as obras do canteiro na Refinaria Abreu e Lima, no Complexo de Suape. Em assembleia realizada na manhã de ontem, os operários não acataram a proposta de acordo mediada pelo Ministério Público do Trabalho de Pernambuco (MPT-PE) negociada entre a empresa e a comissão que representa os funcionários. Hoje pela manhã será realizada uma nova assembleia no canteiro e, na próxima segunda-feira, às 9h na sede do MPT, será realizada uma nova audiência para apresentar as considerações finais do processo de negociação, iniciado há um mês.

Se as partes não chegarem a um acordo, o Conest vai solicitar o julgamento da legalidade da greve junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) já na próxima semana. Mesmo com o apelo da comissão, que defendeu o acordo negociado no MPT, os trabalhadores não aceitaram a proposta do Conest de pagar 80% das horas extras nos sábados e o pagamento de R$ 130 de vale-alimentação. Na pauta, os operários pediram 100% de hora extra e R$ 300 de vale-alimentação. Durante as reuniões, aceitaram receber R$ 160 pelo vale.

O diretor de contrato do Conest, Antenor de Castro, disse que ficou surpreso com o resultado da assembleia e que não esperava que os trabalhadores voltassem a fazer paralisação na obra. “O MPT vinha tentando encontrar uma solução que atendesse às duas partes. A empresa negociou e cedeu até acima do que pretendia ceder para buscar um entendimento. O dissídio coletivo também já está próximo e os pontos mais polêmicos poderiam ser discutidos lá”, diz, lamentando a intransigência dos trabalhadores.

Continue lendo



Trabalhadores e Petrobras não chegam a acordo para encerrar greve na refinaria de Suape
13/03/2011, 22:25
Filed under: notícias | Tags: , ,

Parece faltar pouco, mas ainda não foi hoje que acabou a greve dos trabalhadores na Refinaria de Suape. Depois de mais de oito horas de negociação, não se fechou um acordo para encerrar em definitivo a greve, suspensa para intermediação. Os dois pontos que mais atrapalham o fechamento de um acordo, em defintivo, são as horas extras e o vale de alimentação. No caso do vale, os trabalhadores queriam R$ 300, mas a empresa oferecia R$ 80,00, já subiu para R$ 110. Depois, os trabalhadores já baixaram para R$ 200,00. O Ministério Público do Trabalho sugeriu R$ 160,00. No caso das horas extras, os trabalhadores pedem pagamento de 100% das horas trabalhadas. A empresa oferece pagamento de 755. Na tentativa de intermediação, o MP do Trabalho sugeriu o pagamento de 80%.

A Petrobras já aceitou construir um novo restaurante para os trabalhadores, de modo a reduzir o tempo de parmanência no café da manhã, antes do início da jornada propriamente dita. Também é pacífico a estabilidade de 12 meses para a comissão de negociação. Também aceita não descontar os dias de greve.

A greve começou há 28 dias, já gerou até quebra-quebra em Suape, mas foi suspensa no sexto dia, para intermediação do MP do Trabalho. O prazo das negociações esgota-se oficialmente no dia 16, justamente a próxima quarta-feira. A trégua, entretanto, pode não durar para sempre. A última reunião de conciliação, a quinta a ser realizada, está marcada para a próxima terça-feira, às 9 horas. A quarta audiência ocorreu nesta sexta-feira na Procuradoria Regional do Trabalho, na Rua 48, no Espinheiro. Foi coordenada pelo procuradores Sávio Farias, chefe da procuradoria do Trabalho, e Valdi Bitu Filho, procurador regional do Trabalho. Também contou com a presença do representante das empresas Antenor de Castro e o presidente da comissão de trabalhadores Adalberto da Silva.

Mídia corporativa: Jornal do comércio



Greve dos trabalhadores de Suape acaba depois do Carnaval
10/03/2011, 12:17
Filed under: notícias | Tags: ,

Na próxima sexta-feira, no Recife, os trabalhadores e as empresas de Suape colocarão fim à inédita greve que teve início no porto, nas obras estruturadoras de Suape.

O acordo está sendo realizado com a ajuda conciliatória do procurador do Trabalho Valdir Bitu.

Mídia corporativa: JC online



Trabalhadores de Suape retornam ao trabalho nesta quinta
17/02/2011, 16:41
Filed under: notícias | Tags: , ,

Foi positiva a reunião entre a comissão de trabalhadores da Refinaria de Suape e os empregadores nesta quarta-feira (16). Ficou decidido que os funcionários, paralisados desde o último dia 9 desse mês, retornarão aos seus postos de trabalho na manhã desta quinta.

Segundo o presidente da comissão, José Adalberto da Silva, a reunião serviu para legitimar um processo de negociação que ainda deverá continuar. Amanhã, eles se reunirão em assembleia com a Federação Nacional da Construção Civil para apresentar todos os conflitos.

Adalberto afirmou que “uma maioria significativa voltará ao trabalho”, mas que a expectativa é que a totalidade dos trabalhadores retomem as atividades nos próximos dias. “Estamos no processo de convencimento entre nossos companheiros para mostrar que essa é a melhor maneira encontrada de atingir nossos objetivos”, disse.

O grupo reivindica melhores condições de trabalho e reajuste em alguns benefícios, como aumento no vale-alimentação. Durante um protesto no último dia 9, eles fecharam a PE-60, em frente à portaria 2 da refinaria da Petrobrás, em Suape, no Grande Recife. Durante a manifestação, um operário foi baleado na boca e outro ficou ferido.

Para os operários, o tiro partiu de um dos seguranças da refinaria.

Mídia corporativa: JC Online



Audiência entre empresa e operários discute situação em Suape
16/02/2011, 12:57
Filed under: notícias | Tags: , ,

Acontece na tarde hoje, na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT/PE), na Rua 48, bairro do Espinheiro, uma audiência entre o Consórcio Conest, responsável pela construção das unidades UHDT e UDA da Refinaria Abreu e Lima e representantes da categoria de operários para discutir a greve e as reivindicações da classe.

A reunião está marcada para as 13h. Foram notificados pelo MPT a Petrobras, o consórcio responsável pela execução da obra (Odebrecht e OAS), o Sinicon, o Sintepav, o Governo do Estado (Secretaria de Articulação Social, Trabalho, Defesa Social e Desenvolvimento Econômico), a SRTE e Prefeitura de Ipojuca.

Ontem o procurador-chefe do Trabalho, Fábio Farias, recebeu grupo de trabalhadores da obra. Entre os temas tratados estiveram a retomada dos serviços parados, a estabilidade dos trabalhadores e a apuração de um protesto que terminou com trabalhador baleado.

Segundo a Odebrecht, os 840 trabalhadores alojados, que não residem no Recife ou na Região Metropolitana, permanecerão em suas residências até serem convocados para retornar aos canteiros de obras.

 

Mídia corporativa: Diário de Pernambuco